MPS.BR quer chegar ao comprador - Blog CMMI & MPS.Br

MPS.BR quer chegar ao comprador

By on August 22, 2010

Atualmente, 227 empresas brasileiras estão certificadas em algum nível do modelo de qualidade em desenvolvimento de software MPS.BR, número de deve chegar a 300 até o final do ano.

Por outro lado, nenhuma organização tem a versão do selo destinada a orientar a aquisição de desenvolvimento, voltada para compradores de TI.

Buscando alterar essa realidade, a Softex, organização ligada ao governo federal que promove o modelo de qualidade brasileiro, modificou o modelo de negócios de consultoria para chamado modelo de aquisição do MPS.BR.

Como já acontece na área de desenvolvimento de software, a entidade vai credenciar empresas e instituições interessadas em oferecer consultoria para os compradores. Até agora, a difusão neste segmento acontecia por meio de consultores pessoa física.

“Vamos trabalhar para convencer as consultorias já presentes no mercado de fazer o investimento e atuar no lado da compra”, explica José Antonio Antonioni, diretor de Qualidade e Competitividade da Softex.

O objetivo é ter cinco consultorias credenciadas no Brasil até o final do ano. A título de comparação, na área de desenvolvimento de software só Rio Grande do Sul já tem três:  PUC-RS, Software Process e Engesoft.

Antonioni destaca que a ideia é atingir a compradores tanto no setor público como o privado, mas os reposáveis pelas compras governamentais de software são um destinatário óbvio da nova oferta.

Em 2007, o Tribunal de Contas da União recomendou a adoção do MPS.BR entre os requisitos de licitação e a contratação de serviços de TI.

Desde então, alguns órgãos públicos já usaram o MPS.BR como critério, entre eles a gaúcha Procergs na licitação da fábrica de software vencida pela Stefanini – uma empresa MPS.BR nível A, o grau máximo – em maio de 2009.

About Washington Souza

Black Belt, Washington Souza tem mais de 10 anos de experiência com gestão. Participou de implantações em todos os níveis CMMI e MPS.Br A. Gosta muito de Six Sigma e gestão como um todo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.