Proposta comercial de projeto de software: O que ela deve ter? - Blog CMMI & MPS.Br

Proposta comercial de projeto de software: O que ela deve ter?

By on September 16, 2012

Antes de começar um projetos de software a primeira coisa a se fazer é uma proposta comercial. Com a proposta comercial é possível ter uma visão clara do que é o escopo do projeto, o que será feito, o que não será feito no projeto, em quanto tempo e qual o seu custo. Com este documento em mãos, é possível fazer uma análise de viabilidade e avaliar se vale ou não a pena fazer o projeto.

Mas, o que uma proposta comercial deve ter?

Mandatório para toda boa proposta comercial de projeto de software

Há elementos base que toda proposta comercial de projeto de software deve ter como os seguintes:

Escopo do projeto

O escopo do projeto é o elemento básico em toda proposta comercial independentemente se é ou não para projeto de software. No escopo deve-se definir tudo o que previsto para o projeto fazer e com um nível de detalhe suficiente para se entender o trabalho. Uma boa prática é elencar todos os requisitos do projeto e descrever o que é cada um. O nível de detalhe que vai na proposta comercial vai variar do nível de complexidade do requisito.
É importante que a proposta comercial tenha uma sessão para tratar de temas que não são “pedaços” do sistema tais como performance, segurança, interface, usabilidade e similares.

O que não é escopo

Um grande mentor que tive, Marcio Oliveira, sempre dizia que tão importante quando dizer o que se vai fazer, é importante dizer o que não se vai fazer. Assim, a proposta comercial de projeto de software deve deixar isto bem claro. Deixe claro o que não será feito no projeto.

Mapa ou diagrama do projeto

Um mapa do projeto, diagrama ou WBS facilita o entendimento por quem está de fora (e até mesmo quem está dentro), assim, considere colocar um mapa do projeto na sua proposta comercial.

Estimativa de tamanho

Assim como temos a medida de metros quadrado na construção de casas, é importante ter uma métrica de tamanho do sistema na proposta comercial de projeto de software. A técnica de APF – Análise de Pontos por Função é bem usada e confiável e outra técnica interessante para estimar o tamanho do sistema é a UCP – Use Case Points.

Cronograma

É importante ter um cronograma definindo os marcos e as principais entregas. Vale lembrar que este não é o momento para um cronograma detalhado, a proposta comercial deve apresentar os principais eventos.

Lista de entregáveis

Toda boa proposta comercial de projeto de software possui uma sessão onde se apresenta o que será entregue durante o andamento do projeto. Esta lista deve ser mais detalhada, mostrando ao cliente quando ele recebe o quê. Pode-se colocar estes eventos no cronograma, todavia é interessante detalhar um pouco mais na proposta comercial.

Investimento e forma de pagamento

Nesta área de proposta comercial deve-se colocar o investimento para a realização do projeto. Deve-se descrever a forma de pagamento e uma boa prática é associar pagamentos a entregas.

Melhore sua proposta comercial com a capacidade técnica da empresa

A empresa pode não conhecer sua capacidade técnica, então é bom reservar uma área na proposta comercial de projeto de software para mostrar sua capacidade técnica, experiências similares e competência. Nesta área deve-se descrever o histórico da empresa, prêmios, certificações, presença, solidez financeira e outros.

About Washington Souza

Black Belt, Washington Souza tem mais de 10 anos de experiência com gestão. Participou de implantações em todos os níveis CMMI e MPS.Br A. Gosta muito de Six Sigma e gestão como um todo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *